Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 502
Data de inscrição : 07/03/2018
Ver perfil do usuário

Os Upyr' de Moscou

em Sex Mar 23, 2018 11:16 am


Sua Majestade Maria Ivanenko, Progênie de Gaius Marcellus, Progênie de Alexandre, Progênie de [Ventrue]. Príncipe de Moscou.

Maria Ivanenko ocupa o trono de Moscou há pelo menos três séculos. Neste período, revoluções varreram a Europa, impérios nasceram e foram mortos, dando lugar a democracias. Moscou - e a Rússia - permanecem incólumes: uma ilha de tranquilidade e ordem no meio do caos europeu. Tudo isso é devido a Ivanenko e sua capacidade de articulação. Moscou é o centro de uma das maiores cortes da Europa e a Príncipe governa sobre o príncipes do interior do país ainda como seus antecessores governavam na Idade Média.

Ivanenko é uma cainita pragmática e de raciocínio rápido. Suas intervenções para  manutenção da ordem em Moscou tendem a ser rápidas e efetivas. Nem tudo, porém, é como deseja a Príncipe. Sua autoridade vem sendo contestada frequentemente pelos inúmeros Brujah que fazem da Rússia uma morada. Felizmente, nenhuma força no mundo parece ser capaz de fazer os Brujah colaborarem entre si, o que dá à Monarca uma margem de manobra. O forte Conselho que a apoia e o suporte do Clã Toreador ajudam a manter a já combalida estabilidade.




Vasily Semenov, Progênie de Maria Ivanenko

Semenov atua como Primogênito Ventrue de Moscou. Ocupa-se de organizar seu clã sob as ancestrais leis que regem os Ventrue. Tem contatos com Arcontes e Justicares e monitora a situação política europeia. Acima de tudo, Semenov conspira contra sua Senhora, noite após noite, acusando abertamente a sua gestão de ser antiquada e de não enxergar o futuro brilhante que espera a Mãe Rússia.

A relação entre Semenov e Ivanenko se deteriorou ao longo dos anos. Rumores afirmam que um segundo Abraço da parte de Ivanenko foi a gota d'água, com sua cria mais nova sendo destruída em um incidente misterioso. Ivanenko culpou seu primogênito, mas não podia afastar Semenov do conselho, dadas as suas imensas redes de influência - sem correr um risco de desgaste do Principado. Vasily, portanto, segue como representante dos Ventrue, cada vez mais convencido de que o futuro da Rússia depende somente dele.




Boris Krasnov, Primógeno Toreador

Krasnov é o fiel da balança da Corte Moscovita. É dele a função de contrabalancear os conflitos entre Maria e sua progênie Vasily, atuando como mediador e árbitro das disputas. Se Moscou ainda não mergulhou em um guerra civil entre duas facções de cainitas é graças aos seus esforços. Um Toreador de idade e linhagem notáveis, Krasnov é um habitante de Moscou há séculos. Sobre sua orientação a cidade passou a ser um centro de conhecimento e de artes tão importante quanto a Europa. Coordenando um grande número de membros do seu Clã, o mais numeroso em Moscou, continua a incentivar os avanços culturais que portam, lentamente, a Rùssia a aproximar-se dos outros estados europeus.




Konstantin Mikhailov, Primogenito Brujah

Mikhailov é a voz dos Clã Brujah no Conselho de Primogenitura. É um cainita relativamente jovem, de temperamento forte e de opiniões polêmicas. Suas relações com o restante do Conselho são ambíguas, ora colaborando com Ivanenko, ora alinhando-se com Semenov. Suas posições vacilantes são duramente criticadas por setores do seu próprio Clã, e a falta de hegemonia interna torna sua posição no Conselho de Anciões bastante delicada.

Mikhalov dedica a maior parte do seu tempo a acompanhar as movimentações e organizações políticas dos mortais, frequentemente participando de forma ativa. Tem influência sobre a mídia, universidades e círculos intelectuais importantes do país. Costuma tomar como protegidos expoentes da intelectualidade moscovita.




Valentin Antonov, Líder Brujah

Enquanto Mikhailov lidera uma importante parte do Clã Brujah, uma pequena parte se coloca sob a sabedoria de Valentin Antonov. De natureza mais belicosa que seu primogênito, Valentin defende que a Rússia tem pouco ou nada a oferecer aos mortais não aristocratas e aos cainitas que não sejam dos altos clãs. Identifica na Príncipe e na corte seus principais inimigos responsáveis, segundo ele, por influenciar o governo russo na tomada de decisões catastróficas. Antonov tem forte ligação com os movimentos e partidos políticos da Rússia e sua influência crescente começa a ser tornar um elemento de preocupação na Corte.
Voltar ao Topo
Tópicos similares
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum