Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Dom Nov 26, 2017 5:31 pm



A Cloaca Máxima é o nome dado ao maior sistema de esgotos do mundo conhecido, em Roma. O grande labirinto fétido se espalha pelos subterrâneos de toda a capital, recolhendo seus detritos de casa em casa através de pequenos túneis, aglomerando toda escória nas galerias medias que compõem o intrincado sistema de túneis e galerias maiores. A Cloaca Maxima possui uma "via principal", que vai do Fórum Romanum até o Rio Tiberis, onde as saídas são bloqueadas por sólidas barras verticais, com passagens apenas sob a água podre que escorre do esgoto.

Há muito mais do que apenas túneis de esgoto abaixo de Roma. Em verdade, um complexo sistema de túneis leva a grandes redomas feitas em pedras que facilmente seriam confundidas com o interior de salões de reuniões romanas, não fosse a falta de luz e o cheiro pútrido. Este ambiente inóspito é, contudo, ideal para alguns habitantes. Até mesmo aqui a noite guarda seus piores segredos.

avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Dom Nov 26, 2017 5:39 pm
* Ouvia-se um gotejar constante e, em intrevalos maiores de tempo, o despejar do líquido composto por detritos humanos que descia das casas, vilas e domus da superfície através de pequenos túneis e era jogado na via principal da Cloaca Máxima. A parca iluminação dos salões de pedra abaixo do solo eram feitas através de tochas revestidas com grades de ferro, escondendo quase que inteiramente suas chamas em função de seu único morador.

O cheiro, forte e podre, permeava todos os túneis e galerias. Para ele, contudo, era o odor da sua casa. Pois ali era o senhor e mestre de si mesmo e naquele local estaria sempre em segurança.

Um incomum barulho se fez ouvir. Passos molhados ao longe. Ninguém em sã consciência descia às galerias escuras e imundas, principalmente à noite. Hoje, no entanto, alguém o fez.

O cheiro de suor humano inundou as narinas do cainita, era o único cheiro que se diferenciava da podridão da Cloaca. Alguém invadia os seus domínios.

O som parecia vir do aqueduto principal, abaixo do fórum romano.*
avatar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 26/11/2017
Localização : Roma - Capital
Ver perfil do usuário

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Dom Nov 26, 2017 5:53 pm
*O gotejar constante e o literal fluxo de dejetos era comum naqueles corredores labirínticos apelidados carinhosamente como “Cloaca Máxima”, afinal, que nome seria mais apropriado do que o segundo maior poço de decadência humana depois do Senado?*

*Mesmo o Nosferatu demorou anos para se acostumar com o cheiro, mas agora não poderia se lixar menos. Mas mesmo seu senso muito flexível para coisas incomuns não conseguia tolerar intrusos, pelo menos, não intrusos inesperados já que não é incomum que outros nosferatu busquem abrigo ou que os párias e excluídos busquem as galerias para refúgio.*

*O barulho o coloca em pé, o Nosferatu conhecido como Gaius Septimus veste roupas discretas e não muito chamativas, ou, pelo menos, o que conseguiu achar para alguém que partilha de seu porte físico avantajado e poucos recursos financeiros, são pouco chamativas até erguer o capuz de sua capa negra e vestir a bizarra máscara de corvo, o que, para a surpresa de todos era menos incomum do que seu rosto verdadeiro.*

*Mas não tinha que ter medo nos esgotos, pelo contrário, os outros quem deveriam ter medo. O lugar pode ser um literal fosso de merda, mas é SEU literal fosso de merda.
Ainda assim prefere surpreender a ser surpreendido, concentra-se na Ofuscação, ativando o Desaparecimento dos Olhos da Mente, as sombras o envolvem e a luz se desvia tornando-o invisível aos olhos comuns.*

*A passos leves e cautelosos, Gaius segue na direção do barulho...*
avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Dom Nov 26, 2017 6:45 pm
*O monstro entre monstros desaparece. Seus passos se tornam inaudíveis e até mesmo seu cheiro deixa de existir. Gaius conhece o labirinto abaixo de Roma completamente, é seu lar, seu refúgio e por isso atravessa alguns aquedutos e cruza túneis que o levam direto ao som de passos na água.

A pouca iluminação o permite ver um corpo humano, curvado, caminhando e se apoiando em uma das paredes de pedra do túnel. O cheiro inconfundível de sangre fresco toma conta do ar e é possível ver o líquido carmesim escorrer pelo braço direito do homem, que está junto ao corpo.

Ele usa uma toga branca com entalhes vermelhos, uma roupa de fino trato utilizada comumente por senadores mortais. Desavisado quanto a presença invisível do cainita, o homem continua a andar lentamente e com dificuldade seguindo o aqueduto que, após mais algumas centenas de metros desembocará no rio Tiberis.

Por vezes, o grunhido dos ratos é interrompido pelos gemidos de dor daquele homem que, ainda de pé, praticamente se arrasta buscando uma saída.*
avatar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 26/11/2017
Localização : Roma - Capital
Ver perfil do usuário

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Dom Nov 26, 2017 7:23 pm
*Gaius se detém diante do intruso, as roupas eram inconfundíveis, togas finas demais para qualquer plebeu usar, o sangue escorrendo de seu braço e o fato de alguém de estatura tão alta na sociedade mortal estar andando no pior lugar possível não deram espaço para dúvidas. Alguém queria muito este homem morto, levando-o ao desespero de se refugiar nos esgotos.*

*Uma ideia veio a mente do nosferatu, ter alguém deste nível de poder devendo um favor seria com certeza vantajoso, ainda invisível, veste sua máscara e levanta o capuz, não queria assusta-lo além do necessário.*

*Ultrapassando-o sem dificuldades pelo fato dele estar praticamente se arrastando, Gaius reaparece ao desligar a Ofuscação.*


- Mas o que temos aqui? Senhor Senador! A que devemos o prazer de vossa presença aqui? *Diz em um tom que é dificilmente entender se é sarcasmo ou simplesmente tentando ser amigável*
avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Dom Nov 26, 2017 8:12 pm
* Ao se aproximar, Gaius reconhece de imediado o Senador Cícero. Um renomado político entre os humanos e uma das vozes importantes do fórum romano que, ironicamente, fica exatamente acima das galerias que estão no momento.




Septimus, ao ultrapassá-lo, o ouve murmurando entre gemidos de dor.*


- Malditos sejam...malditos...como ousam? Matarei a todos! Esta traição não ficará impune e...

* O senador é surpreendido pelo homem que sai das sombras à sua frente, sua mão que o apoiava contra a parede escorrega e ele cai de costas na água escura e lamacenta da galeria, arrasta-se para trás se afastando por instinto e encara aquela máscara em forma de corvo parcialmente coberta pelo manto negro.*

- Não me mate! Não me mate!...eu o pagarei bem, eu o pagarei...seja o que eles ofereceram, eu dobro o valor!

* Ali, iluminados apenas por uma longínqua tocha coberta de aço, o medo está estampado na face do homem imerso nas fezes que correm abaixo de seu corpo, além de suas palavras, somente o sangue que continua a  descer por seu braço chama a atenção do cainita e faz sua besta se eriçar com o cheiro doce do vitae.*
avatar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 26/11/2017
Localização : Roma - Capital
Ver perfil do usuário

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Dom Nov 26, 2017 9:03 pm
*Já esperava a reação...mas supõe que seria pior se o pobre coitado visse o que está atrás da máscara.*

- Oh meu pobre pobre Senador Cicero. É uma lástima como alguém dono de uma oratória tão privilegiada se encontre nessa situação. Suas palavras cortavam a lógica de seus oponentes como uma águia predando um rato. E agora aqui está. Sangrando como um porco pronto para o abate, nadando nas fezes de Roma e assustado como uma criança.

*Seu discurso dramático acaba interrompido pelas súplicas dele, Gaius não contém um suspiro de frustração.*

- Pelo amor de Deus tenha um pouco de compostura homem! Mesmo diante da morte é preciso faze-lo com um mínimo de dignidade! Eu posso quebrar seu pescoço como se fosse um graveto e te deixar para apodrecer com a cara na merda...ou podemos conversar. O mais importante é…

*Diz com os dedos entrelaçados atrás de si enquanto se aproxima, ativando o Fascínio para deixa-lo menos assustado.*

- É que eu tenho uma oferta que não pode recusar. Eis a sua situação. Se esse machucado não te matar, com certeza alguma doença vai.

*Se ajoelha perto dele, olhando-o nos olhos por trás da máscara*

- Que tal fazermos melhor que isso? E se eu te dissesse que posso não apenas fechar esta ferida com alguns benefícios a mais, como posso te dar o que você mais quer. Vingança. Não precisa me dizer...eu sei que o que realmente quer é que quem fez isto sofra dez vezes o que está sofrendo agora. Sei que quer vê-los arruinados, odiados por seus pares e sofrendo para que todos os Senadores aprendam a temer o nome de Cícero! Eu posso fazer isto acontecer, mas eu lhe previno. Minha caridade vem com um preço.
avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Seg Nov 27, 2017 1:15 pm
* O medo incrustado nos olhos daquele homem não o deixavam em paz. Arrastava-se para trás como um rato prestes a ser devorado. Nem mesmo as palavras racionais do homem a sua frente diminuíam seu instinto de fugir, sobreviver.

Balbuciava, quase em resposta automática para as palavras do homem em sua máscara de corvo*


- O que você quiser....pago o que você quiser...não importa o preço...só não me mate...só não...

* Ele tenta erguer-se, se apoiando na parede, mas a dor em seu braço direito o faz urrar e cair novamente nas águas pútridas da galeria. Ele ergue a mão esquerda com um anel dourado e uma águia esculpida nele*

- Salve-me, Salve-me e estará salvando Roma!

* Apenas os ratos, baratas e a consciência dos presentes são testemunhas da cena*

avatar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 26/11/2017
Localização : Roma - Capital
Ver perfil do usuário

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Ter Nov 28, 2017 11:05 pm
“ Impossível!” *Pensou diante do fato de que a Presença não funcionou em nada.* “Este...primata resistiu? Não não...nem com todas as graças divinas sua vontade seria maior que a minha...meus conhecimentos são rudimentares, devo ter feito algo errado” *Pensava tentando racionalizar o evento.*

- Pois bem. Se Roma precisa de mim...quem seria eu para recusar tamanha demanda? *Diz pegando a mão erguida dele e o levantando.* - Conheço um lugar onde você pode se esconder um tempo, o escuro da noite vai ajudar mas precisamos ser rápidos e silenciosos. Entendeu?
avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Qua Nov 29, 2017 1:45 pm
* Septimus apoiou o homem pelo braço e ombro e o levantou e, neste momento, percebeu que nos olhos do morta havia mais do que medo, havia um pavor primal em sua alma que o fazia suar frio e balbuciar palavras desconexas*

- Salve-me e salvará  Roma, nenhum monstro destruirá Roma, nenhum...aquelas presas, aqueles olhos...os olhos.

* Gaius notou, também, que o sangue não parava de verter do braço direito do raquítico Senador. O vitae gotejava na água pútrida e o cheiro adocicado exalava pelo ambiente.

Caminharam pelos corredores escuros até o local da vontade de Gaius, pois o Senador estava entregue a seus delírios e quanto mais o líquido carmesim deixava o seu corpo, mais sua mente parecia perder-se nas galerias*


- Eu puder ver...quando Aelius e Claudius morreram, eu vi os olhos...os olhos do Deus da Morte, eu os vi...ele matou a todos, deseja me matar...matar Roma.

* A face assustada e perdida em devaneios do Senador se volta ao homem com máscara de corvo que o apóia*

- Tu és um deles!? Um enviado da morte!? Tu...Tu...

* Desmaiou nos braços do Nosferatu enquanto a água pútrida abaixo de seus pés passava de marrom a vermelho sangue.*
avatar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 26/11/2017
Localização : Roma - Capital
Ver perfil do usuário

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Qua Nov 29, 2017 3:04 pm
*A ideia era a casa de algum de seus aliados, ou pelo menos algum lugar mais discreto do esgoto que não ficasse embaixo do foro romano onde qualquer um poderia procurar. *

*Gaius não contém uma expressão de surpresa por baixo da máscara ao ouvir sobre presas e olhos incomuns, várias possibilidades passaram pela sua cabeça, desde Brujah que desconhecem o conceito de sutileza até Ventrues novatos que não sabe nem matar um humano chorão direito.*

*De qualquer modo, a inépcia de seja lá quem ou o que for serviria a seu favor. Os delírios do senador eram encarados pelo Nosferatu com uma mistura de irritação e curiosidade.*


“Sangue de Jesus tem poder. Como é que os Toreadores aguentam tanta choradeira?” *Pensou enquanto fazia seu caminho pelos esgotos com o Senador até que este desmaia.*

- Bom...isso facilita as coisas. Não vou precisar cobrar favores...

*Gaius vira o senador de barriga para cima, por um momento tira a máscara e dá uma mordida de leve em seu próprio pulso, tentando evitar olhar para o tentador sangue escorrendo pela ferida do homem, em seguida coloca o pulso cortado na boca do Senador fazendo-o beber do sangue a uma quantidade suficiente para, pelo menos, curar a ferida. Em seguida coloca a máscara de novo para evitar “incidentes”.*
avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Sab Dez 02, 2017 3:00 pm
* Garius leva o homem até uma das grandes redomas das galerias, um local amplo, feito de pedra e livre da água pútrida dos túneis.


Septimus alimenta o mortal com sua poderosa vitae. É possível notar o efeito imediatamente. O corte no braço do homem não se fecha, mas é o suficiente para estancar o sangramento. O corpo do Senador aquece consideravelmente e, ainda desacordado, ele parece ter pesadelos e balbucia palavras que - desta forma - não fazem sentido aos ouvidos de Gaius mas indicam segredos daquele homem.*


- O papiro...não! Não! Cairá....sim, cairá! Marcharemos!...queime, queime tudo!

* Poucos minutos depois, o Senador abre os olhos, ele parece tonto e desnorteado. O nosferatu percebe que aquele medo primal que estava cravado em seus olhos, parece ter desaparecido. O mortal nota o homem com sua máscara a lhe observar e levando a mão esquerda em direção ao braço ferido, começa a falar.*

- Lembro-me de você, carregando-me pelas galerias...suponho que se desejasse a minha morte, eu não estaria aqui falando. Portanto, homem na máscara do corvo, diga-me se estás com os agressores ou estás com Roma e eu agirei de acordo.

* A altivez do Senador parece ter retornado, embora ele seja um homem baixo e raquítico que não aparenta representar nenhuma ameaça ao imortal*
avatar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 26/11/2017
Localização : Roma - Capital
Ver perfil do usuário

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Seg Dez 11, 2017 5:33 pm
*O plano funcionou perfeitamente, o Senador não só não representava mais um risco como parece um pouco mais a vontade com a presença do Nosferatu. Não consegue deixar de se perguntar o que Cícero balbuciava em sua febre delirante.*

*Ao se erguer, o Senador ainda parecia bem desnorteado pelo modo que falava coisas que se contradiziam.*

- Você responde sua própria pergunta caro Senador. Se desejasse sua morte não estariamos tendo esta conversa não é? Isto deve ser prova o bastante de que meus interesses não são os mesmos daqueles que fizeram este tão covarde ataque contra sua pessoa.

avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Seg Dez 11, 2017 9:31 pm
* Os olhos do Senador revelam uma estranha afetividade com o homem sob a máscara do corvo*

- Sim...sim..és meu salvador, o salvador de Roma! Diga-me teu nome, estranho ao qual devo a minha vida e Roma deve seu futuro. Diga-me teu nome e onde estamos.

* Ele se aproxima, olhando para os cantos escuros dos túneis ao redor de ambos*

- Preciso saber se é seguro compartilhar palavras aqui...eles não podem, não devem! Não devem nos ouvir....
avatar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 26/11/2017
Localização : Roma - Capital
Ver perfil do usuário

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Ter Dez 12, 2017 11:00 am
- Gaius Septimus. A seu dispor Senador *Diz com uma reverência formal.* - E não se preocupe, ninguém vem aqui. Quanto mais um lugar fede, menos frequentado ele fica. Mas o que aconteceu com o senhor se me permite a curiosidade?
avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Qua Dez 13, 2017 11:38 pm
* O Senador se escora em um dos cantos pedregosos da Redoma. Respira fundo e olha  para os cantos escuros, ainda amedrontado.*

- Tentaram assassinar-me. Os opositores...penso que devo ter batido a cabeça durante a fuga. Pois os olhos...aqueles olhos vermelhos na escuridão me perseguem para onde quer que minha visão alcance.

* Ele continua respirando fundo, como se o ar lhe faltasse por emoção ou medo*

- Tu acabas de salvar um Senador e sei...sinto, sinto profundamente que devo confiar a ti esta tão importante demanda.

* Gaius nota uma afetividade nas palavras do Senador que somente são explicadas pelo fato dele ter ingerido o sangue do cainita e assim ter estabelecido o primeiro passo do vinculo de vitae, o laço de sangue*

- Este pergaminho é de vital importância para Roma, vital!

* Diz o pequeno e franzino homem ao retirar um papiro enrolado e cuidadosamente envolvido com tecido*

- Neste pequeno pedaço de papiro está o futuro de nosso Império. A prova cabal escrita pelo próprio General Lucius Aellius Sejanus, ainda nas terras geladas da Crimeia, de que Roma não possui Her...

* Uma flecha corta o ar e acerta o peito do Senador, atravessando-o. O corpo cai à frente de Septimus, sem vida. O pergaminho rola até os pés do vampiro, ainda fechado.*
avatar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 26/11/2017
Localização : Roma - Capital
Ver perfil do usuário

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Ter Jan 23, 2018 11:18 am
*Ao falar sobre olhos vermelhos, Gaius logo deduz que algum cainita pode estar em seu encalço, o princípio de laço de sangue deixou o senador mais receptivo, ainda não fazia a mais remota ideia do que ele queria dizer e em como um simples pergaminho pudesse ser tão importante quanto ele diz.*

*No momento em que a flecha acerta o Senador, Gaius reage rapidamente pegando o pergaminho e ativando a Ofuscação para fugir dos olhos da mente e se afastar do lugar, seja lá quem ou o que for que tenha dado fim a vida do Senador não parecia a fim de conversar e não se surpreenderia nada se tomasse Gaius como um inimigo…*

*Sua ideia é sair da Cloaca e achar algum lugar seguro onde pudesse abrir o pergaminho para ver qual era a magnitude da encrenca o qual se enfiou desta vez...*
avatar
Admin
Mensagens : 284
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

em Sex Jan 26, 2018 8:39 pm
* Gaius utiliza sua notória habilidade e desaparece com o pergaminho em mãos. Enquanto caminha apressado pelas galerias em busca de uma saída, ouve passos e o murmurar em um idioma que lhe parece completamente estranho*

- aikhtafaa albardiu

* Conhecendo os corredores e túneis como nenhum outro, o Nosferatu toma um caminho que leva à alguns becos na baixa Roma, local onde a plebe reside, repleta de becos escuros, sangue e sexo. À noite, a pouca iluminação e as ruas vazias garantem toda a cobertura que o vampiro necessita. À sua frente está uma série de pequenas casas de pedra, com becos laterais, direita e esquerda são as estradas principais que cortam toda Roma e atrás de si o beco do qual saiu das galerias.

Antes de abrir o papiro enrolado, Gaius nota que um selo militar de alta patente o mantém lacrado.*


General Lucius Aellius Sejanus
Conteúdo patrocinado

Re: Cloaca Máxima - Galerias e Esgotos de Roma

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum