Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Admin
Mensagens : 341
Data de inscrição : 25/11/2017
Ver perfil do usuáriohttp://terturiumdigital.forumeiros.com

Cenário - Roma o Império de Sangue

em Dom Nov 26, 2017 8:54 am

A crônica se passará no Império Romano, ano 122 DC. Alguns fatos e datas históricas serão alteradas para o melhor andamento da campanha.
Imperador do período: Caesar Marcus Aurelius Antoninus Augustus – Marco Aurélio

Divisão da sociedade que também é válida para os cainitas ( os níveis de recursos, status e influência definem sua casta social - níveis a definir):

• Patrícios: eram grandes proprietários de terras, rebanhos e escravos. Desfrutavam de direitos políticos e podiam desempenhar altas funções públicas no exército, na religião, na justiça ou na administração. Eram os cidadãos romanos.

• Clientes: eram homens livres que se associavam aos patrícios, prestando-lhes diversos serviços pessoais em troca de auxílio econômico e proteção social. Constituíam ponto de apoio da dominação política e militar dos patrícios.

• Plebeus: eram homens e mulheres livres que se dedicavam ao comércio, ao artesanato e aos trabalhos agrícolas. Apesar da conotação do nome, havia plebeus ricos.
• Escravos: Representavam uma propriedade, e, assim, o senhor tinha o direito de castigá-los, de vendê-los ou de alugar seus serviços. Muitos escravos também eram eventualmente libertados.

Novo antecedente: Senado Eterno.

Além do Senado Mortal que legisla e delibera sobre assuntos triviais da vida humana, haverá o Senado Eterno composto inteiramente por Cainitas Patrícios.
O Senado Eterno define o futuro de Roma, literalmente, e existe por trás das cortinas negras da ignorância humana. Há um corpo de Senadores, e assim são chamados mesmo dentro da sociedade cainita, que debatem e definem o futuro do Império. Há um líder de Senado Cainita que age como mediador e define as decisões que terminam dividas, por exemplo:
É necessário que as decisões alcancem um número de votos equivalentes a dois terços dos Senadores para que seja validada.
Caso a votação não atinja este número, o Líder do Senado, Titus Venturus Camillus, assume a responsabilidade de tomar a decisão ou agendar uma nova votação dando tempo para os senadores debaterem entre si e tentarem reorganizar os votos.

Camillus é, para além de um mediador, um verdadeiro Imperador Cainita e é tratado como tal.

Custos e benefícios

Aspirante a Senador 4 pts: Você é cria, aliado ou simplesmente muito bem quisto por um Senador Eterno e este Senador começa a preparar o ambiente para a noite na qual você se juntará ao corpo de Senadores. Você pode ter conquistado essa posição realizando favores, demonstrando habilidade política em situações diversas ou mesmo por ter sido um grande comandante militar de Roma, agindo estrategicamente.

Ser um aspirante lhe concede acesso mais fácil aos Senadores e até mesmo a Venturus Camillus. Note, no entanto, que possuir essa posição lhe trará benefícios mas também exigirá cuidado, afinal, favores como forma de testá-lo para um futuro promissor lhe serão pedidos e a proximidade com os Senadores pode lhe arrastar para os maiores problemas do Império.

Senador Eterno – 7 pts : Você é um político com grande capacidade de articulação e uma mente estratégica. Faz parte da maior organização política do mundo cainita e desfruta de uma série de benefícios: desde ser bem recebido e paparicado em qualquer residência que abrigue um cainita no Império até possuir a oportunidade de votar e decidir sobre o futuro de Roma, o que inclui, por exemplo, manter ou derrubar um Imperador Mortal. Declarar Guerras, expandir territórios, escravizar povos, etc.
Ao mesmo passo que é diretamente responsável para resolver os mais diversos problemas do Império. Pode ser, por exemplo, indicado pelo Senado para liderar a linha de frente mortal e cainita contra os Bárbaros, negociar e expandir o Império em terras ainda desconhecidas.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum